Sunday, September 05, 2010

Life goes easy on me, most of the time...

"As bolas de sabão que esta criança
Se entretém a largar de uma palhinha

São translucidamente uma filosofia toda.
Claras, inúteis e passageiras como a Natureza,


Amigas dos olhos como as cousas,
São aquilo que são
Com uma precisão redondinha e aérea,
E ninguém, nem mesmo a criança que as deixa
Pretende que elas são mais do que parecem ser.
Algumas mal se vêem no ar lúcido.
São como a brisa que passa e mal toca nas flores
E que só sabemos que passa
Porque qualquer coisa se aligeira em nós
E aceita tudo mais nitidamente."
Fernando Pessoa (publicado em janeiro de 1925)

Fotos by Gardel, Yoga Pela Paz 2010

3 comments:

LeoJandre said...

:D

Fernando said...

essa terceira foto está muito engraçada... bjs

Carline :) said...

Vento traiçoeiro. Bolinha de sabão nos olhos não é nada poético. Obrigada pelas fotos!