Thursday, September 30, 2010

31

Quebrando paradigmas. Eu abri um daqueles arquivos "ppt" que os amigos enviam e a gente não se dá o trabalho de clicar para ouvir a musiquinha (geralmente cafona) e as imagens de campos floridos com frases de viver a vida.

Esse não falava de bençãos divinas, nem de milagres que aconteceriam em quatro horas como recompensa por eu ter encaminhado a mensagem para 400 pessoas.

Tudo bem mais simples. "Toda vez que você iniciar é o momento certo".

Foto: a estante que me olha, hoje, sem que eu possa apreciá-la, pois o foco é lixo eletrônico. By Carli, 30/09/10

Wednesday, September 29, 2010

32

Vida em Sampa. Um charme só!

Foto by Carli, 12/10/09

Tuesday, September 28, 2010

Monday, September 27, 2010

34

Definição fotográfica para "tenso".

Recebi do Flávio e me acabei de tanto rir!

Tenho que lembrar da cara dessa linguicinha quando a minha contagem regressiva alcançar o 3, 2, 1... ha ha ha

Foto: me passaram sem crédito. Sorry. Se alguém souber, por favor me avise.

Sunday, September 26, 2010

35

Compartilhando a intimidade do meu domingo com você.

Saturday, September 25, 2010

36

"Basta nos sentarmos quietos e observarmos nosso estado emocional sem apego para nos tornarmos tranquilos. Nenhuma outra instrução é necessária", Tarthang Tulku em A Liberdade Oculta da Mente


Voltei para casa depois de muitas horas de meditação e Kum Nye, me sentindo feito a "Heart Nebula" aí da foto. Como é importante nos darmos esse tipo de pausa do mundo a fim de contemplar melhor a experiência.


Gosto dos meus sábados à noite em silêncio.

Friday, September 24, 2010

37

"It may be when we no longer know what to do,
we have come to our real work
and that when we no longer know which way to go,
we have begun our real journey" Wendell Berry

Sexta-feira nublada, trabalhando no computador e olhando Sampa pela janela. À noite, inicia o meu workshop de psicologia, que vai até amanhã. Estamos estudando a transformação da ansiedade, absolutamente oportuno.

Uma amiga australiana, a Holly, confirmou uma visita em novembro. Nós moramos juntas em Londres e tornamo-nos bem próximas. Fiquei muito feliz com a notícia, e também porque ela virá em novembro e não outubro. Aliás, começo a sonhar com o meu novembro - e não há muito tempo no presente para sonhar. Fui!

Foto by Carline Piva, Muros da Vila Madalena, julho 2010

Thursday, September 23, 2010

38

Com a partida da Erika, depois do yoga matinal, sobrou a tonalidade vibrante do chá de romã.

Hoje é dia auspicioso de Lua Cheia, mas não conseguirei ir ao canto mensal de mantras no Instituto Nyingma, pois à noite vou fechar a edição/diagramação do novo livro do Tarthang Tulku, Tempo e Trabalho - Como estar no tempo e realizar mais, que será lançado no dia 15 de outubro (reserve a sua agenda, aliás, caso mores em Sampa!).

Em tempo: Feliz primavera!

Frase desta contagem regressiva:
Create a life doing what you love.
Foto: morning tea by Carline Piva.

Wednesday, September 22, 2010

39

Nessa semana soube que o verde é a cor da realização. Apesar da foto transparecer um azulado, estou bem verde hoje.

Foto, autoretrato em 22/09/10.

Tuesday, September 21, 2010

Terça-feira, com contagem regressiva

Faltam exatamente 40 dias para o final de outubro. Sabe o que isso significa? Que Jesus Cristo já venceu o árido e escaldante deserto, mas eu ainda tenho que respirar e criar formas (bem) criativas de organizar o tempo para entregar uma monografia, escrever um livro, ajudar a lançar outro, continuar a formação em psicologia, praticar e ensinar yoga (sim! como gosto disso), assobiar e chupar cana.


Pensei em dar uma pausa no blog, mas tive outra ideia ao lembrar do chavão "uma imagem vale mais do que mil palavras". Serão menos palavras e mais imagens até lá, quem sabe uma por dia, para seguirmos visualmente juntos nessa minha trajetória sem tempo off para os amigos - ou até mesmo para mim?



A fotografia escolhida para o grande início é a orquídea que vive na minha sala, uma firme sobrevivente. Ganhei de presente há mais de 50 dias. Incrível como duram essas belezurinhas, não?

Quer inspiração melhor?

Foto by Carli

Saturday, September 18, 2010

September 18th

Remembering my Refuge´s Day, six years ago.

Foto by Carline, em Campinas (SP), 18/09/10.

Thursday, September 16, 2010

Breathing...

Depois de três dias imersa no décimo Seminário Internacional de Gerenciamento de Projetos do PMI (Project Management Institute), no qual fui mestre de cerimônias (sim, me dê palco e microfone que eu fico bem feliz :), sigo amanhã para três dias da Conferência de Busca de Futuro da Faculdade de Medicina da USP, que acontecerá em Campinas (SP). Vou cobrir o evento e, posteriormente, escrever um livro sobre os novos rumos da instituição.

Tudo muito exótico, não? E corrido também. Volto no domingo à noite. Respiremos!

Não existe nada melhor para estimular a criatividade do que fazer coisas MUITO diferentes. That´s Carline´s way of life...

Obrigada por sua espiadela por aqui ;)

Saturday, September 11, 2010

Na presença de sequoias gigantes

Caminhar em uma floresta de sequoias é de tirar o fôlego pela sua magnitude. É como se esse potencial de natureza (com vida tão longa e com tamanho massivo) pudesse reduzir qualquer preocupação mundana à pequenez de uma formiga.
Por e-mail, a Débora Sanches (na foto, comigo) lembrou que faz um ano (jáááá) que estivemos juntas, explorando o Yosemite National Park, que fica ao sul de São Francisco, na Califórnia, e que o parque produziu um belo vídeo sobre a floresta de Mariposa Trees (duração de oito minutos).
Quem sabe sobra um tempinho neste fim de semana para você apreciar também?

Clique nas fotos para ampliá-las.


É preciso viver mais leve, meus caros. Oh, yeah.
Foto: a primeira é minha; a segunda é da Michele Van den Berg. Setembro 2009.

Friday, September 10, 2010

Curso de Iyengar Yoga - María Jesús Lorrio Castro

O querido Rodrigo, de Curitiba, abre o peito em uma variação de supta virasana com blocos debaixo das escápulas. O cinto nas pernas ajuda na rotação interna das coxas e a manter os joelhos unidos, principalmente quando a gente permanece por vários minutos nessa postura.
Foram dois dias intensos de curso.

No primeiro, estava super irritada com TPM e a professora não parava de dar comandos com sotaque espanhol... "Mete las escápulas para dentro. Mete mais, METE, MEEEETE". Sério, quase peguei os bloquinhos e tasquei nela. Afe, Universo, me proteja dos meus próprios hormônios.


Respirando.... A Maria é ótima. Exigente, porém engraçada. Gosto dessa combinação de personalidade.

Chegou o segundo dia. Terça-feira de feriado. Frio, chuva, trovões em Sampa. A menstruação desceu, as cólicas chegaram, o Postan chegou, a moleza tomou o meu corpo e a resistência mental imperou de vez.

Fiz o meu possível, aprendi o que foi possível e saí satisfeita. Chega de tentar "consertar a experiência" e esperar para um estado mais animado de ser para então aproveitar o curso. A vida é isso aí tudo também.
Abraço da Adri e da mitra Valéria, ao final.
O grupo reunido.

A Maria é a do centro, de camiseta laranja. Muchas gracias!

Vegetarianism, in the buddhist point of view

Convenhamos, é bem difícil a tarefa de explicar que você não come carne por compaixão e porque valoriza a preciosidade da vida (no caso, não somente a vida humana). O texto abaixo trata disso....

"All methods of Buddhism can be explained with the four seals – all compounded phenomena are impermanent, all emotions are pain, all things have no inherent existence, and enlightenment is beyond concepts. Every act and deed encouraged by Buddhist scriptures is based on these four truths, or seals.

In the Mahayana sutras, Buddha advised his followers not to eat meat. Not only is nonvirtuous to bring direct harm to another being, but the act of eating meat does not complement the four seals. This is because when you eat, on some level you are doing it for survival – to sustain yourself. This desire to survive is connected to wanting to be permanent, to live longer at the expense of the life of another being. If putting an animal into your mouth would absolutely guarantee na extension of your life, then, from a selfish point of view, there would be reason to do so. But no matter how many dead bodies you stuff into your mouth, you are going to die one of these days. Maybe even sooner.

One may also consume meat for bourgeois reasons – savoring caviar because it is extravagant, eating tiger´s penises for virility, consuming boiled bird´s nests to maintain youthful-appearing skin. One cannot find a more selfish act than that – for your vanity a life is extinguished. In a reverse situation, we humans cannot even bear a mosquito bite, let alone imagine ourselves confined in crowed cages with our beaks cut off waiting to be slaughetered, along with our family and friends, or being fattened up in a pen to become human burgers.

The attitude that our vanity is worth another´s life is clinging to the self. Clinging to the self is ignorance. And as we have seen, ignorance leads to pain. In the case of eating meat it also causes others to experience pain. For this reason, the Mahayana sutras describe the practice of putting oneself in the place of these creatures and refraining from eating meat out of a sense of compassion. When Buddha prohibited consumption of meat, He meant all meats. He didn´t single out beef for sentimental reasons, or pork because it´s dirty, nor did he say it´s ok to eat fish because they have no soul.”

Dzongsar Jamyang Khyentse, in What makes you not a buddhist.

Estou terminando este livro e recomendo muito aos interessados em entender mais sobre a filosofia budista. É um ótimo guia introdutório.
Foto by Carline Piva, Tucumã, na Ilha de Marajó (Pará), em 2005.

Emaho!

Sogyal Rinpoche em São Paulo, em novembro

O lama tibetano, autor do maravilhoso "O Livro Tibetano do Viver e do Morrer" conduzirá uma palestra e um retiro de meditação. As inscrições podem ser feitas pelo site do Centro de Budismo Tibetano Odsal Ling.

Programação

11/11 (EU VOU!)• A quintessência de O Livro Tibetano do Viver e do Morrer - Um breve olhar sobre a sabedoria budista do Tibete e sua visão da vida e da morte.
Local: Espaço Hakka - R. São Joaquim, 460, Liberdade - SP (SP)

Abertura: 19h. Início da palestra: 20h.


13 e 14/11 • O que é realmente a meditação e como praticá-la
Aprendendo a acalmar nossa mente selvagem e descobrindo nossa mente de sabedoria.
Local: Templo Odsal Ling - R.dos Agrimensores, 1461 - Cotia (SP)

Foto divulgação do Odsal Ling.

Sunday, September 05, 2010

Life goes easy on me, most of the time...

"As bolas de sabão que esta criança
Se entretém a largar de uma palhinha

São translucidamente uma filosofia toda.
Claras, inúteis e passageiras como a Natureza,


Amigas dos olhos como as cousas,
São aquilo que são
Com uma precisão redondinha e aérea,
E ninguém, nem mesmo a criança que as deixa
Pretende que elas são mais do que parecem ser.
Algumas mal se vêem no ar lúcido.
São como a brisa que passa e mal toca nas flores
E que só sabemos que passa
Porque qualquer coisa se aligeira em nós
E aceita tudo mais nitidamente."
Fernando Pessoa (publicado em janeiro de 1925)

Fotos by Gardel, Yoga Pela Paz 2010

Saturday, September 04, 2010

Café da manhã orgânico

Três dicas gostosíssimas para quem deseja variar organicamente o cardápio do café da manhã.

1) O achado desta semana foi a linha de pasta de tofu da Ecobras. Experimentei o sabor "defumado" e é ótimo! Se o seu corpo é similiar ao meu, que sofre para digerir soja, uma alternativa recomendável é comer tofu, um extrato da proteína vegetal da soja obtido por meio de processamento mecânico e térmico. O blog da Ecobras, aliás, traz receitas interessantes, como strognoff de tofu.

Ponha na sanduicheira duas fatias de pão integral, com essa pasta defumada, queijo de búfala e óregano. Seja feliz.

2) Ah, o pão do WHEAT Organics ! O que degustei e recomendo de olhos fechados e nariz sentindo o cheirinho saindo do forno é o de cúrcuma, azeitonas pretas e alecrim. Exótico? Sim! E inesquecível.

3) Eu gosto de trocar a manteiga ou requeijão por tahine, pasta pura de gergelim. Além de ser muito nutritivo, combina super bem com pão. Apesar de ser bem famosa a marca Istambul (que vem em uma latinha), não curto o gosto. Fui testando outras e adorei a marca Byblos.

Bom apetite!
* Food Revolution, by Jamie Oliver
Acompanho na GNT a campanha "Revolução da Comida" que o jovem chef inglês Jamie Oliver lidera nas escolas norte-americanas, com o objetivo de trocar o horror do fast food das merendas por alimentos saudáveis. Sensacionalismo midiático à parte, a iniciativa é louvável e muito bem-vinda. Quem já foi aos Estados Unidos e viu de perto os corpos deformados pela obesidade mórbida, sabe o quanto campanhas desse tipo são necessárias. Ainda mais porque o mundo adota os padrões do considerado "Primeiro Mundo", com reflexos crescentes aqui no Brasil. Eu assinei a petição da campanha.

"Food philosophy - Jamie Oliver
My philosophy to food and healthy eating has always been about enjoying everything in a balanced, and sane way. Food is one of life's greatest joys yet we've reached this really sad point where we're turning food into the enemy, and something to be afraid of.

I believe that when you use good ingredients to make pasta dishes, salads, stews, burgers, grilled vegetables, fruit salads, and even outrageous cakes, they all have a place in our diets. We just need to rediscover our common sense: if you want to curl up and eat macaroni and cheese every once in a while – that's alright! Just have a sensible portion next to a fresh salad, and don't eat a big old helping of chocolate cake afterwards.

Knowing how to cook means you'll be able to turn all sorts of fresh ingredients into meals when they're in season, at their best, and cheapest! Cooking this way will always be cheaper than buying processed food, not to mention better for you. And because you'll be cooking a variety of lovely things, you'll naturally start to find a sensible balance. (...)"

Feriadão com yoga

Uma renomada professora internacional de Iyengar Yoga, a espanhola María Jesús Lorrio Castro, está em Sampa. Passarei dois dias fazendo curso com ela (segunda e terça). Até lá, foco no computador para avançar na monografia da pós.

Quem está na praia, favor dar um mergulho por mim.

Frase do dia
"We are missing the gold if we do asanas as a physical practice only"
Geeta Iyengar, em Yoga - A gem for women

Wednesday, September 01, 2010

Eis setembro!

Quando a meia-noite foi inundada pelos foguetes barulhentos e iluminados, no céu da capital paulista, achei que a multidão estava comemorando o fim do mês do desgoto.

Era o centenário do Corinthians.

Com aquela lua minguante alaranjada poética (não convém lembrar que é efeito da poluição), me senti em pleno reveillon. Afinal, se é a mente que cria o próprio mundo, eu escolho estar em festa. Pelo menos por hoje.

E nesta minha quinta-feira de ano novo, recebi (mais) presentes. Pratiquei yoga com a Rê Ventura, uma belíssima sequencia de retroflexões. Ganhei dela incensos de sândalo de Bangalore e um pôster muito bacana com montagem de fotos de B.K.S Iyengar praticando aos 80 anos (daqueles que a gente corre para colocar em uma moldura). Também soube pela Dani Neves o que é o Blog Day (espero conhecê-la pessoalmente, sim!), recebi uma indicação, olha que honra.

Me dei de presente um cozido chuchuzinho de berinjela no jantar. Falei com mami (e dá-lhe detalhes do casamento da Cinthia!) e, quando estava prestes a terminar esse post, a Naomi, minha amigona de Bruxxxque, surgiu no Skype.

Eis setembro!