Monday, June 04, 2007

sobre o não-planejar

Antes da partida sempre vem a série interminável de dicas, conselhos, sugestões e, claro, perguntas sobre o futuro. Ainda mais vindo de uma mãe chuchuzinha que adora proteger, proteger e proteger.

Mais uma vez tive que responder por que eu não tento passar em um concurso público, por que eu não quero ter filhos, por que eu não arranjo logo um trabalho que me dê "estabilidade"...

Não faz nem um pouco de sentido planejar tanto se eu nem sei se estarei viva em 2008. Muitas pessoas acham extremamente bonito o conceito sobre impermanência, mas quantas estão realmente decididas a respirar serenamente diante das incertezas diárias?

2 comments:

Poivrier said...

Você o Walter, creio.

Quando eu aprender a respirar talvez consiga dar o primeiro passo...

Bom silêncio, boa pausa.

Te mando um beijo.

debora said...

muita poucas, Carline, muito poucas.
Bjs moça!