Sunday, September 21, 2008

Nova Trento

Muitos moradores de Trento, ao norte da Itália, deixaram a Europa para tentar uma vida melhor no sul do Brasil. Fundaram, então, em 1892, o munícipio de Nova Trento, em Santa Catarina. Junto dos imigrantes estava o meu tataravô, Pedro Piva.
Hoje em dia, a cidade ainda continua pacata e bem católica. Ainda mais que no bairro de Vígolo construíram a basílica de Santa Paulina, tornando-se o segundo destino religioso mais visitado do País, depois de Aparecida (SP).

Esta igreja da foto é a do Santuário do Morro da Cruz, onde fiz muitos piqueniques na minha infância. Anualmente, em abril, romeiros fazem uma longa procissão religiosa para subir a morreba e pagar promessas.


Pai, mãe e eu, em visita no ano passado. Meu pai é neotrentino, eu nasci na vizinha Brusque, aquela potência têxtil do Vale do Rio Itajaí Mirim (ha-ha-ha).


Um bom passeio a Nova Trento exige O almoço em uma cantina italiana, com muita polenta e queijo colonial, além de desgustação de vinhos e cachaças caseiras. Em agosto, acontece o Incanto Trentino, uma grande festa com tradições italianas em comemoração ao aniversário da cidade (8 de agosto).
Na subida do morro, há várias paradas para orações, com cruzes homenageando santos e famílias tradicionais da região.
Descobri que a minha família tem uma, de quase dois metros!

Que cruz!

Muitas hortências.



A roda do parquinho era bem emocionante aos 3 anos de idade.Acima: primeira igreja erguida em homenagem à Santa Paulina. Abaixo: o novo santuário construído para abrigar os milhares de fiéis, com uma arquitetura bem moderninha. 15 minutos depois e o moço NÃO largava o celular, nem a santa! Sem exclusividade para as fotos (que cruz).

1 comment:

Poivrier said...

Bacana relembrar histórias e lugares da infância :)

E o moço não largou a santa mesmo...

Besote!