Wednesday, May 31, 2006

Bagunceiros Anônimos?


(foto de Hugo Lucas)

É preciso dar o primeiro passo, aceitar que a desorganização é um fator marcante em sua vida e tomar uma atitude para mudar. Sim, acabo de descobrir que, semelhante aos grupos de apoio A.A, existe (bem, lá nos Estados Unidos) o Messies Anonymous! (Bagunceiros Anônimos). Com site e manual de sobrevivência na web.

A minha onda ponha-tudo-no-lugar-e-conserve-lá-com-disciplina começou ontem, ao deparar-me com o manual de auto-ajuda “Organize-se! Soluções simples e fáceis para vencer o desafio diário da bagunça”, escrito por Donna Smallin (Editora Gente). Um must! Sente os capítulos: Arrumação cômodo por cômodo; Organização das finanças; Administração do tempo; Organização da vida doméstica etc.

E o melhor! Um teste Capricho para avaliar o status de desespero em que você se encontra:
> Seus colegas de trabalho e seus familiares acham que você é desorganizado?
> Você se sente culpado quando joga alguma coisa fora?
> Você deixa coisas fora do lugar para servir de lembrete?(hahahah essa foi a melhor, pois eu havia mesmo deixado uma caixa de magipack vazia na frente da porta para lembrar de levar o lixo pra fora!)

O livro “Organize-se!” também levanta os motivos psicológicos por trás da personalidade desorganizada...

Você tem um medo inconsciente de ser organizado?
Como todo o processo de mudança, a organização também é uma questão emocional. Todos nós temos idéias e sentimentos vinculados ao conceito de ordem, e alguns deles podem nos impedir de alcançar nossas metas. Muitas pessoas, por exemplo, temem organizar-se porque acham que isso as obrigará a abrir mão de coisas que não estão dispostas a perder. Outras encaram ‘ordem’ como sinônimo de ‘esterilidade’ e temem que o fato de viver e trabalhar num ambiente organizado possa ‘castrar’ sua criatividade”.

Tô emprestando o livro, hein! Ou, se quiser virar cobaia, há também o Grupo Nacional de Estudo da Desorganização Crônica.

Que alívio saber que não sou a única neste mundo.Posted by Picasa

2 comments:

Carol Cordioli said...

Hahahahahaha Lembrei da minha mãe no último findi falando com a minha irmã pequeninha (diante da bagunça do quarto dela): "Filha, eu vi na Ana Maria Braga que um quarto bagunçado signfica uma bagunça interna também, significa que a pessoa não consegue organizar seus pensamentos"... Carli, nós te amamos mesmo com a tua bagunça interna! hehehe

Carline :) said...

A bagunça interna é bem mais fácil de organizar. O desafio verdadeiro é conseguir dobrar e guardar aquele casaquinho que você acabou de usar, em vez de jogá-lo despretensiosamente no canto do quarto. Bah, adeus pilhas libertárias de criatividade bagunceira...