Friday, August 14, 2009

Fantástico, não?

A energia do deserto Fonte (conteúdo e foto): Redação Terra

"Acaba de ser assinado o contrato que dará origem ao maior projeto de energia solar do mundo. Planejado e financiado por um grupo de dez empresas multinacionais, o projeto, batizado de Iniciativa Industrial Desertec, prevê a construção de uma rede de usinas de produção de energia 100% limpa, em pleno Deserto do Saara, no norte da África. Além das usinas, também serão construídas redes de transmissão de energia, com capacidade para fornecer cerca de 15% de toda a eletricidade consumida pela Europa, além de dois terços da energia gasta pelo norte da África e parte do Oriente Médio. Para tudo isso, serão investidos cerca de US$ 555 bilhões.

Os planos de utilizar o grande potencial do Saara - uma das regiões mais quentes do planeta - em gerar energia solar são antigos. Mas só recentemente os projetistas desenvolveram a tecnologia necessária para tornar a ideia realizável. O Iniciativa Industrial Desertec utilizará tecnologia de geração de energia solar de última geração: a energia termossolar.

Diferentemente do que ocorre com a energia solar produzida por células solares fotovoltaicas, a energia termossolar assimila a luz solar através do uso de espelhos, que envia a energia solar para encanamentos que produzem vapor em seu interior. Esse vapor movimenta as turbinas que, por sua vez, produzem eletricidade. E para os dias nublados e nos horários da noite, os cientistas também encontraram uma ótima alternativa. Como o calor gerado pelo Sol no Saara durante o dia é tão intenso que não será totalmente utilizado, a usina armazenará a energia excedente para garantir que o trabalho não ficará parado mesmo durante a noite ou em dias nublados.

Ao todo, cerca de sessenta cientistas e especialistas em energia limpa estão trabalhando nesse projeto, sendo que metade deles é de pesquisadores de países da África e do Oriente Médio - como Egito, Israel e Síria - e a outra metade é formada por cientistas europeus. Todos trabalhando em regime de parceria total. Os responsáveis pelo Iniciativa Industrial Desertec esperam que o projeto sirva de exemplo para outras obras semelhantes, em outras partes do mundo."

3 comments:

Poivrier said...

Realmente fantástico.
Tomara que o projeto não demore muito para sair do planejamento orçamentário :)

Carline :) said...

É querida, depois de ter compartilhado a notícia no blog acabei murchando um pouco ao me tocar que serão investidos US$ 555 bilhões. E a fome no mundo?

Poivrier said...

É um paradoxo...